Pé Diabético

Pé Diabético -Podologia para Diabéticos – Tratamento e Como evitar complicações

Pé diabético é um termo usado para referir o maior risco que os diabéticos têm de apresentar problemas nos pés, como feridas, trombose, infecções e úlceras.O pé diabético é uma das complicações do diabetes mellitus de impacto irreversível. Tais complicações podem ser físicas, mentais e sociais e correspondem às deformidades anatômicas, lesões e amputações.

Podologia para Diabéticos

Tratamento e Como evitar complicações

Cuidados com o pé diabético

A prevenção é a maneira mais eficaz de evitar a complicação. A medida principal é manter os níveis da glicemia controlados; exame visual dos pés diariamente e avaliações periódicas com profissionais especializados. Pé diabético é uma complicação crônica do diabetes mellitus, caracterizando-se por infecção e formações de ulcerações profundas. Podem estar associadas a anormalidades neurológicas e vários graus de doença vascular periférica nos membros inferiores.

A úlcera diabética é uma ferida crônica que começa normalmente com uma lesão como um calo, frieira, arranhão, corte ou corpo estranho. Aproximadamente 15% dos diabéticos apresentam tendência a desenvolverem úlceras de pé em algum estágio de suas vidas. As três principais causas são neuropatia, suprimento deficiente de sangue (isquemia) e infecção.

Os sintomas mais comumente relatados são: formigamentos; perda da sensibilidade local; dores; queimação nos pés e nas pernas; sensação de agulhadas; dormência; além de fraqueza nas pernas. Tais sintomas podem piorar à noite, ao deitar. Normalmente a pessoa só se dá conta quando está num estágio avançado e quase sempre com uma ferida, ou uma infecção, o que torna o tratamento mais difícil devido aos problemas de circulação.

Tratamento e Como evitar complicações

• Examinar os pés diariamente verificando a existência de frieiras; cortes; calos; rachaduras; feridas ou alterações de cor.

• Manter os pés sempre limpos

• Manter os pés sempre aquecidos.

• Manter as unhas sempre cortadas e limpas.

• Usar calçados fechados, macios, confortáveis e com solados rígidos. As meias devem ser sem costuras.

• Quando secar os pés, seque principalmente por entre os dedos, todos os dias.

• Corte as unhas retas, nunca corte as pontas.  Nem tire os calos, você mesmo. Procure por um podólogo a cada 15 dias ou 1 vez por mês.

Os problemas com pés constitui a causa mais comum de complicações isquêmicas nesses pacientes, que em casos extremos podem levar até a amputação do membro. Segundo o Ministério da Saúde, 70% das cirurgias para retirada de membros no Brasil têm como causa o diabetes mal controlado. Importante salientar que grande parte dessas complicações podem ser evitadas através de um melhor acompanhamento e cuidado com os pés.

O diagnóstico é alcançado através do histórico clínico apresentado pelo paciente, juntamente com o exame físico da lesão e o tratamento deve ser feito por profissionais especializados.


Podologia Infantil – Podologia Pediátrica – Feet House Sorocaba
Aqui na Feet House Podologia você encontra vários serviços

podologia infantil, podologia em sorocaba, tratamento a laser, órtese, pés de crianças, unha encravada, unhas de bebes, podologia de criança, esmaltaria,  calosidades nos pés, calos, podologia para idosos, pés diabéticos ou pé diabético, tratamento nos pés e tratamentos a laser para pés.